sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Educar nos Três Tempos

"Eu educo hoje,
com os valores que recebi ontem,
para pessoas que são o amanhã.

Os valores de ontem, os conheço.
Os de hoje, percebo alguns.
Os de amanhã, não sei.


Se só uso os de ontem, não educo: complico.
Se só uso os de hoje, não educo: condiciono.
Se só uso os de amanhã, não educo: faço experiências.
Se uso os três, sofro, mas educo.


Por isso, educar é perder sempre, sem perder-se.
Educa quem for capaz de fundir o ontem, o hoje e
o amanhã, transformando-os num presente, onde
o amor e o livre arbítrio sejam as bases."


(Artur da Távola)




Nenhum comentário:

Postar um comentário